Espetáculo de sonhos, os olhos da alma, os olhos da vida

Caros geonautas,

Hoje voltei à minha infância, voltei meio século no tempo, no tempo em que para aprender a nadar, minha mãe sugeriu-me, “se você engolir um peixinho vivo, vai aprender fácil fácil“, o que fiz, engolindo uma pequena piquira, e a mágica se fez.

O espetáculo “Presente de Vô”, é uma beleza, um masterpiece, como disse a diretora do espetáculo, Regina Bertola, “com sonhos e trabalho, acontece até milagre”, e adicionou, “os sonhos são os olhos da vida”, eu complementaria, um espetáculo maravilhoso, de sonhos, magias, que são os olhos da alma. Parafraseando Harold Bloom, o homem que inventou o ser humanos que somos hoje, Shakespeare: “Somos feitos da matéria dos nossos sonhos“.

Procure, descubra por onde esses encantadores da alma vão se apresentar e leve as crianças, você vai despertar a criança que existe dentro de você. “Para ver bem é preciso ter imaginação“.

Página no facebook: https://www.facebook.com/grupopontodepartida

Sinopse: SESC Belenzinho: Presente De Vô

Teatro Presente de Vô GUTO MUNIZ alta3

O espetáculo marca o lançamento da coleção Presente de Vô, em parceria com o Programa Natura Musical, como parte da comemoração da parceria de quinze anos entre o coro Meninos de Araçuaí e o grupo Ponto de Partida.  O repertório mescla cirandas guaranis, cantigas de ninar africanas, batuques aprendidos com avós do Vale do Jequitinhonha, aleluias misturados a vozes indígenas, Tom Jobim, Chico Buarque, Gilberto Gil, Caetano Veloso e Milton Nascimento, canções do folclore português – ou recolhidas nas andanças antropológicas de Mário de Andrade – e músicas compostas originalmente para a trilha sonora de quatro histórias para lá de fantasiosas que nos fazem olhar, com um carinho muito especial, para a nossa herança.

Cada música é alinhavada por histórias emocionantes com personagens que vivem situações absurdas e divertidas acerca da perda ou do resgate da memória e dos sonhos, inspiradas no universo do escritor moçambicano Mia Couto.

O grupo Ponto de Partida surgiu na cidade mineira de Barbacena, com amplo repertório de espetáculos em seus trinta e três anos de trajetória. Há quinze anos assumiu a direção artística do Coro Meninos do Araçuaí, em parceria ora comemorada pelo lançamento da coleção e do espetáculo Presente de Vô.

Concepção: Ponto de Partida. Direção geral e dramaturgia: Regina Bertola. Texto: Ponto de Partida, com citações de Mia Couto. Músicas originais: Pablo Bertola, Lido Loschi, Júlia Medeiros e Pitágoras Silveira. Arranjos: Pau Brasil, Gilvan de Oliveira, Pablo Bertola e Pitágoras Silveira. Direção musical: Felipe Moreira. Direção de produção: Júlia Medeiros e Pablo Bertola. Realização: Ponto de Partida, CPCD e Ministério da Cultura. Patrocínio: Natura. Assessoria de imprensa nacional: Vicente Negrão.

Duração: 80 minutos
Local: Teatro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s