Civilization Magazine: O sonho chinês em perspectiva histórica

Prezados geonautas,

Gostaria de convidar os colegas e colaboradores do blog, para ler, e também traduzir os artigos da revista chinesa, Civilization Magazine, digamos para quem tem um tempinho livre, entre o bloco “Galo da Madrugada” e o bloco “Bacalhau do Batata” na quarta-feira de cinzas. Fiz uma tradução da introdução da revistas (abaixo), na qual é citado que, entre os sonhos chineses, está a “democracia”, o que sabemos muito bem que eles não têm hoje, mas que democracia seria essa? Diria que só o tempo dirá. renovo meu pedido de ler e traduzir os seis artigos.

Aproveitando a oportunidade sobre o tema, sonhos de nações e civilizações, para uma provocação sobre “o sonho brasileiro” em gestação, como dizem Darcy Ribeiro e Leonardo Boff, “A gestação do povo brasileiro“.

Sds,

The Chinese Dream in Historical Perspective

Individuals have their private dreams of love, happiness, or success. Nations also have their dreams, of prosperity and security. History teaches us that neither hardship nor oppression, no matter how severe, can take away human beings’ right to dream.

Today, on a global scale, there are three partially overlapping dreams competing for influence over human civilization. These three great visions are the American Dream, the European Dream and the Chinese Dream.

For an individual, a dream represents hope, aspiration, ideals and expectations. For a nation, a dream represents consensus, common purpose, target, enthusiasm, motivation, sacrifice, and taking responsibility for realizing the dream.

What is the Chinese Dream?

The Chinese Dream is one of liberalization, renewal and modernization; of security, democracy and culture; of justice, prosperity and success.

The Chinese Dream is a dream of cross-straits peace and national unity.

It is a dream of reform, of decent living standards for all, of China regaining its place among the great powers. The Chinese Dream is a dream of world peace and universal harmony.

But to fully grasp the meaning of the Chinese Dream requires a profound understanding of Chinese civilization.

Tradução livre da introdução:

O sonho chinês em Perspectiva Histórica: Os indivíduos têm seus sonhos particulares de amor, felicidade ou sucesso. Nações também têm seus sonhos, de prosperidade e de segurança. A história nos ensina que nem dificuldades nem opressão, não importa quão grave, pode tirar o direito dos seres humanos a sonhar.

Hoje, em uma escala global, há três sonhos que se sobrepõem parcialmente competindo por influência sobre a civilização humana. Estes três grandes visões são o sonho americano, o sonho europeu e o sonho chinês.

Para um indivíduo, um sonho representa esperança, aspiração, ideais e expectativas. Para uma nação, um sonho representa o consenso, um propósito comum, alvo, entusiasmo, motivação, sacrifício e assumir a responsabilidade por realizar o sonho.

O que é o sonho chinês?

O sonho chinês é um dos liberalização, renovação e modernização; de segurança, democracia e cultura; da justiça, prosperidade e sucesso.

O sonho chinês é um sonho de estreitar as relações (cross-straits) de paz e unidade nacional.

É um sonho de reforma, dos padrões de vida decentes para todos, da China recuperar seu lugar entre as grandes potências.

O sonho chinês é um sonho de paz mundial e harmonia universal.

Mas, para compreender plenamente o significado do sonho chinês requer uma compreensão profunda da civilização chinesa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s